Resenha: Halo - Alexandra Adornetto

by - sábado, julho 15, 2017


Olá, pessoas, como vocês estão? Hoje lhes resenharei esse livro da trilogia Halo, da Alexandra Adornetto, com o mesmo nome da trilogia. Só pela capa (que por sinal eu gostei) com um casal e a garota tem asas, já imaginamos qual o assunto será baseado.
Sim, estamos falando de anjos. Vocês já devem ter visto outros livros, como: a saga Hush, hush por Becca Fitzpatrick, ou a saga Fallen por Lauren Kate. Eles como essa trilogia, nos apresenta a história sobre anjos caídos, demônios, Lúcifer, O Paraiso, anjos arcanjos, resumindo a história entre o Céu e o Inferno, de como começou e de como afeta a vida dos humanos.

“ [...] fazer de uma pessoa o centro do seu mundo sempre acaba em desastre. Há muitos fatores que não podem ser controlados. ”

Em Halo, temos a Bethany, um anjo que veio para a Terra com uma missão de auxiliar a cidade de Venus Cove. Ela junto com sua irmã, Ivy, e o seu irmão e anjo arcanjo, Gabriel, são encaminhados para cá com o dever que trazer mais esperança e amor para essa população, que desacredita cada vez mais sobre Deus e toda sua bondade.


Como eles vieram com uma missão, precisam estar em contado com as pessoas, então Ivy auxilia as instituições carentes promovendo a caridade, Bethany é enviada para estudar na escola Bryce Hamilton e Gabriel torna-se professor de música na mesma escola que sua irmã. Fica encantada em como são os seres humanos e vossas vidas, que logo ela se apaixona por um humano, Xavier Woods. Esse romance deles pode comprometer sua existência como anjo e sua função nessa vida humana, podendo lhe trazer consequências terríveis.
Da história em si eu gostei bastante, mas há alguns pontos são necessários destacar, como o próprio Xavier tem algumas atitudes machistas e autoritário, algo que me fez não o ter como personagem favorito do livro. Além disso, com toda essa paixão dos dois, uma boa parte do livro é muito melosa, fazendo com que me enjoasse um pouco.

“ [...] às vezes é melhor parar de tentar entender o sentido das coisas. A vida não é totalmente nítida, sempre há áreas um pouco turvas. ”

Falando sobre personagem favorito, sempre acabo me encantando com diferentes e ruins, se assim posso dizer. No decorrer do livro, ele entrará e irá confundir o que a cabeça de Bethany, se questionado sobre o que realmente sente sobre ele. Digo que desde que ele apareceu, a leitura se tornou mais interessante, até me encaminhar para o final.


Ótima diagramação, com 470 páginas de agradável entendimento, a editora Agir está de parabéns, há alguns erros de digitação, mas nada tão preocupante assim. O livro possui 32 capítulos, com epilogo e tudo.
Não sou totalmente contra a você comprar e ler, pois andei pesquisando e muitas pessoas me dizem que da trilogia, o primeiro é mais chato. Já estou me preparando para começar o segundo, Hades, que com certeza terá resenha para vocês.

” [...] aproveitar o tempo para refletir não significava que não pudéssemos fazer outras coisas; significava apenas que as fazíamos em silencio e tentávamos passar algum tempo avaliando nossos êxitos e fracassos. ”

Espero que vocês tenham gostado dessa resenha e enfatizo, leiam ele sim, só ignorem um pouco a melação de Bethany e Xavier, é meio chatinho, mas saiba que o livro não de todo focado no romance. Compartilhem nas suas redes sociais e deixem nos comentários o que acharam! Xoxo 💗

The Secret Girl

You May Also Like

0 comentários