A vida e as voltas que ela dá

by - terça-feira, abril 11, 2017


Até que ponto imploramos por atenção? O que chegamos a fazer, para apenas perceberem a nossa pessoa? O que é válido e o que é desespero?
Tantas perguntas e nem eu sei o que dizer. Pois, no fundo, todos somos assim. Queremos afeto, carinho, valorização. Queremos atenção. Isso não está errado, mas até que ponto é conveniente? 
Você não fala com a pessoa, bloqueia-a em todas as ligações que tem com a tal, não olha nem na cara direito. Mas, você está recebendo e demonstrando que tem visto muita coisa. Você basicamente quer saber de tudo. Escuta uma história aqui e ali, e consegue juntar o quebra cabeça todo. Só que não fala e nem faz nada. Isso é desespero.
Não apenas isso, é também muita confusão. Uma baita e completa confusão. E o que a outra pessoa faz? Ela não faz nada. Depois de tanto soco e punhalada da vida, ela criou uma barreira. Um muro, que muitos dos tijolos são por conta dos teus atos e você sabe disso. 
Você sabe que a pessoa seguiu em frente, que ela começou a sair mais e viver mais a vida. Você sabe que ela está bem melhor sem você, pois com ou sem você, ela permanece em pé. E você? Você a afastou, o orgulho e a prepotência te dominou, vivendo num mundo de ilusões e interesses. Agora, só agora que você percebeu o quanto precisava dela. Só agora percebeu que é você que não vive sem ela, e não ao contrário.
Pena, que pena, amor. A vida junto com as nossas escolhas tomaram outro rumo, que hoje cada um caminha e sabe de si. Hoje, é necessário ter certeza do que realmente quer e deixar a pessoa viver a vida dela. Deixe-a ir, pois aliás, no fundo ela nunca pertenceu a você, mas acompanhava você. E hoje, acompanha ela mesma e você precisa fazer o mesmo. Vá e seja feliz!



The Secret Girl

Obs: olá, meus keridos, como estão? Espero que tenham gostado do textinho dessa semana, deixem um comentário, adorarei responder todos. E, compartilhe com nas suas redes sociais, eles irão gostar! Xoxo! 💗

You May Also Like

0 comentários