Resenha: A Seleção - Kiera Cass

by - segunda-feira, março 06, 2017

a seleção seleção kiera cass resenha a seleção kiera cass

Imagina uma garota que se candidata à Seleção só para comer a comida boa? Sim, essa é a nossa querida protagonista e narradora da história, America Singer. Não, a história não fica só nisso. 
E se você acha que A Seleção é uma história de menininha ou conto de fadas, você está enganado(a)! A Seleção é muito mais que isso, pois contém muita emoção, aventura e uma história envolvente.

O livro conta a história de America Singer, uma cinco, que trabalhava cantando, tocando piano ou violino (instrumento preferido) para ajudar sua família, que era bem humilde. Da família Singer, America é a filha do meio dos cinco filhos, que são: Kota, Kenna, May e Gerad. O sobrenome da família Singer é relacionado ao que America realmente faz: música, nesse caso, cantar!

America é descrita como uma garota pálida, de cabelos ruivos brilhantes, olhos azuis como o céu de manhã. Mesmo sendo o tipo de garota que muitas gostariam de ser, ela não se achava suficientemente clássica ou bonita para ganhar a seleção, o que muita gente já achava o contrário.

América Singer
Antes de entrar na seleção, America namorou, sempre em uma casinha da árvore, secretamente com Aspen, um seis, já que eles não podem ser descobertos pela diferença das castas. Apesar de tudo, após ela receber sua carta para se candidatar, Aspen a incentiva a participar da tal seleção, que ela não queria ir, mas acaba cedendo. 

Bom, gente, pasmem mas America quis participar da seleção, junto de mais 34 garotas, só para se alimentar melhor, já que vinha de família humilde e não tinha tanto acesso à uma boa alimentação; não queria participar por motivo de entender e sentir que pertencia à Aspen, e não a qualquer um.

"Espero que encontre uma pessoa sem a qual não possa viver. E desejo que nunca precise saber como é tentar viver sem ela." - America Singer

A seleção, e todo os livros da Trilogia, se passa em Illéa, um país onde as castas predominam, e são divididas em oito. Elaborei um quadro para explicar melhor.


Bom, as castas separam, de uma certa forma, as pessoas desse país, fazendo com que você se relacione só quem é do seu nível. Isso significa que um cinco, casta da qual America pertence, não poderia se relacionar com um seis, que seria Aspen.

Sua casta é algo como uma herança genética, você "herda" a casta dos seus pais; ela define seu status e profissão na sociedade.
O número da casta pode ser alterado por meio de compra da mesma (o que custaria horrores), por um casamento (o que seria o caso da seleção) e recrutamento (homens, a partir de 19 que trabalhem para guarda real, se tornam dois). 
Se eu fosse pertencer a alguma casta, provavelmente, seria uma três ou cinco.

Ao decorrer, até o final do livro, as coisas se tornam diferentes; America, de certa maneira, se acostuma com sua vida no Castelo, de uma certa forma se apega à Maxon.
Falando no Maxon, tenho que comentar no quão maravilhoso esse príncipe é. Gente, fico boba lendo e imaginando ele.
Não vou falar muito, senão eu conto o livro todo aqui, e o que mais quero é que vocês leiam.

Não vou mentir: quando comecei o livro não dei muito por ele não, mas a ruivinha e o príncipe me prenderam muito no enredo, me cativando e fazendo-me  lê-lo em três/quatro dias. Sério, se vocês querem viajar um pouquinho, relaxar, ou até mesmo se divertir, apostem nesse livro que não irão se arrepender.

Bom, espero que tenham gostado desse post. Tem alguma sugestão? Comentem! A sua opinião é super importante. ♥♥

Não esqueça de nos seguir no Bloglovin

Beijos, Isabelle

You May Also Like

6 comentários

  1. Eu adoro a trilogia A Seleção, mas a América me irrita em quase todos os livros. Pois é.

    Vidas em Preto e Branco

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Lary, te entendo bem kkkk tenho uma relação de amor e ódio com ela!
      Obrigada pela visita! ♥
      Beijos,
      Isa

      Excluir
  2. Ando a ler A Seleção (sim, o primeiro livro mesmo). Confesso que a America me irrita um pouco.

    Dicolored Winter

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Meu, não vou mentir, ela irrita mesmo. Mas, calma amiga, ela ainda vai te irritar mais algumas vezes KKKKKK.
      Obrigada pela visita, Ca ♥

      Beijos, Isa

      Excluir
  3. Nunca li esse livro, mas não foi por falta de indicação viu. Minhas amigas leram e gostaram demais, sempre vivem pedindo que eu leia também. Agora fiquei até com mais vontade porque eu gostei muito da resenha, vou colocar a trilogia na minha lista de futuras leituras.

    Beijos <3

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Minhas amigas também comentavam comigo, até que eu li e amei. Fico muito feliz por ter te incentivado mais ainda a querer ler essa trilogia maravilhosa!
      Obrigada pela visita, Ellen! ♥

      Beijos,
      Isa ♥

      Excluir