O dia em que eu mudei de escola

by - quarta-feira, março 29, 2017


Imagina uma menina que sempre estudou na mesma escola no fundamental, se formou lá, vai para outra no ensino médio, e no segundo ano tem que mudar de novo. Sim, essa foi minha história. Quando me formei, fiquei triste pois teria que ir para uma escola que eu não queria - inclusive chorei muito por esse motivo. Tudo isso de mudar de escola aconteceu, porque eu fazia um curso que era no mesmo horário que seriam as aulas no próximo ano, por isso eu tive que mudar de escola. No começo foi dificil, porque é estranho, você não conhece ninguém, não sabe o que vai acontecer, com quem vai lidar, como a escola realmente é. 
No primeiro dia, quando eu cheguei em casa e vi o quanto tudo era diferente, eu chorei, olhei fotos com meus amigos da outra escola; parecia cena daqueles filmes de drama, e só faltava eu me jogar no chão para chorar. Eu fiquei nessa por uns três meses, que foi o tempo para começar a me acostumar com a ideia. Demorei um pouco para entender as coisas e pegar o ritmo de lá, mas quando peguei, eu percebi que conseguiria encarar mais algumas mudanças dali para frente.
Ainda bem que, mesmo depois de um tempo sofrendo, eu soube lidar com toda essa mudança, e me adaptei muito bem à nova escola. Fiz amigos maravilhosos, tive ótimos professores, aprendi coisas bem legais, fizemos passeios sensacionais, foi muito bom. Óbvio que teve seus pontos negativos, mas não precisam ser abordados aqui.
Esse pequeno texto é só um"desabafo", e um relato meu sobre um pouquinho da minha vida escolar. Se eu fosse contar tudinho, ficaria aqui até não sei quando.

You May Also Like

0 comentários