Resenha: Não se iluda, não - Isabela Freitas

by - domingo, setembro 18, 2016

"A verdade é que nos iludimos todos os dias, a todo momento. A ilusão começa quando você acorda cantarolando sua música preferida e subitamente se sente invadido por uma confiança inabalável. Você se sente capaz de resolver todos os problemas e de salvar o mundo com uma capa vermelha, se for preciso. Mas é só colocar os pés fora de casa para a realidade cair em cima com tudo. Você tem uma pilha de trabalho interminável na sua mesa do escritório ou uma prova muito difícil no dia seguinte. Seu namorado não está olhando na sua cara porque descobriu que você ainda conversa com aquele ex que não sai do seu pé, e seus pais estão te cobrando pelo dia que você vai tomar juízo e ser mais independente. Como resolver todos esses problemas? Não será apenas colocando uma capa vermelha."

Cá estou eu aqui novamente para expressar em palavras sobre o livro e o que achei. Na minha última resenha, que é sobre o primeiro livro de Isabela Freitas (Não se apega, não), deixei claro sobre a originalidade e flexibilidade que o livro é. Em poucas palavras, gostei muito do primeiro e pelo o que percebi, com o segundo não seria diferente.
Suas características físicas continuam as mesmas, com as famosas "20 regras", frases em destaque nos capítulos coloridos. Só que a diferença, é que foi escolhido o roxo para chamar atenção. Esses livros criam sua própria característica, desenvolvidos entre as enrascadas da personagem mais a aprendizagem em cima das situações. 
Em "Não se iluda, não", é mostrado a evolução da Isabela com a sua escrita e a sua ideia de criar seu próprio livro. As primeiras 150 páginas são passadas em Costa de Sauípe, na Bahia. Uma viagem feita com seus amigos Amanda e Pedro, mais a detestável Nataly, sua prima. É lá que ela inicia sua vida de blogueira, como "A Garota em Preto e Branco". Basicamente como se fosse um diário, ela conta suas histórias e de seus amigos, tudo secreto e sem divulgar nomes de ninguém. Sem ela tomar noção, os acessos vão aumentando e vai se tornando mais conhecida pela internet.


É lá que é introduzido um novo personagem, o Gabriel, o famoso "príncipe". Ao decorrer da história, ele se torna um dos principais e por um motivo X, percebe que deve decidir continuar a viver com essa paixão, ou ouvir realmente seu coração e seguir seu caminho. Aquele sentimento de "amizade" por Pedro, já não é mais a mesma coisa e ela até toma consciência sobre ele, só que um pouco tarde. Mas nada é finalizado, pois, aliás, o terceiro já está a caminho.
Posso dividir o livro em três partes, onde muitas situações divertidíssimas acontecem: Costa de Sauípe (BA), Conceição de Ibitipoca (MG) e claro, sua cidade natal, Juiz de Fora (MG). Esses acontecimentos são divertidos, mas também há os que não são tão legais assim. De primeira, eles não bons, só que a evolução da Isabela, como blogueira e escritora, são de grande necessidade. O ponto inicial de tudo isso, é que essas "lições" causam efeitos em todos os personagens e muitas aprendizagens são feitas.


Outra diferença que posso apontar, é que temos um prólogo. Para quem não sabe, é mais ou menos uma introdução, um prefácio sobre o que vai acontecer. No começo não tinha entendido um pouco, bateu até aquela vontade de dar uma espiada nos últimos capítulos. Ter tido essa sensação foi o ponto primordial, para que eu tenha engolido o livro em um dia. Só de lê-lo, você pensa em milhares de coisas e milhares de acontecimentos, e no final, é aquilo que jamais havia imaginado. Ponto para Isabela Freitas!
Vão ler o livro. A partir de todo esse mar de palavras, te dei muitos motivos para continuar a série. Já entendemos a ideia sobre não se apegar em qualquer coisa (ou em qualquer cara), e agora, vamos nos acalmar e colocar os pés no chão. Nada de ilusões e paixonites. Já temos um novinho em folha chegando, o "Não se enrola, não" e já deve estar tendo as pré-vendas. Corram, porque eu vou. E é claro, farei resenha para vocês!


Espero que tenham gostado. Deixem um comentário e compartilhem com os amigos!
Xoxo, 

The Secret Girl

You May Also Like

0 comentários